Cidade do México: o passeio de Teotihuacán, como chegar e mais

A capital do México é conhecida por ser uma das maiores metrópoles do mundo (aproximadamente 9 milhões) e é, também, conhecida por suas ruínas e sua história com o colonizador Hernán Cortez e os Astecas/Mexicas.

IMG_3665

Só por toda a sua história de luta e sobrevivência, já é um bom argumento para conhecer por pelo menos 5 dias a cidade. Porém, há um passeio imperdível (todos na Cidade do México são) para as ruínas da cidade de Teotihuacán.


Seguros Promo

Nesse artigo eu vou explicar tudo que eu vivenciei nesse passeio, além de dar dicas para não cometer os erros que eu cometi.

Vamos para um dos melhores passeios da Cidade do México?

PARA LER EM SEGUIDA

Tudo para sua viagem

Como encontrar passagens aéreas baratas

Meu primeiro mochilão – disponibilizando minha planilha de 18 dias por Bolívia, Chile e Peru.

Booking.com

A CIDADE DE TEOTIHUACÁN

IMG_3685

A cidade de Teotihuacán tem tradução literal como “a cidade dos deuses”. Esse nome não veio dos colonizadores espanhóis que colocaram e, muito menos, os “teotihuacanos” a chamavam assim. É mais um caso de ruínas que nunca saberemos como era chamada de verdade.

Esse nome veio pelos Astecas, ou melhor, Mexicas (o nome México vem daí), que encontraram a cidade já despovoada e ninguém sabia ao certo o nome e nem o porquê. E, por conta da grandiosidade e as pirâmides enormes, monumentais e totalmente despovoadas, chamaram a cidade de Teotihuacán, ai sim, pensando ser, a verdadeira cidade dos deuses, onde os deuses habitam.

Os arqueólogos sabiam da cidade mais pelo o que os astecas sabiam do que pelo o que realmente aconteceu. Com o tempo, muito estudo e pesquisa foram feitos e algumas dúvidas, dentre de milhares de dúvidas, foram sanadas.

Há estudos que indicam que há ocupação humana no local desde século 2 a.C. Seu auge foi entre o século III e V e, pasmem, a cidade foi multiétnica e não há indícios de ter sido imperial ou monárquico. Ou seja, pode ter tido como forma de governo a democracia ou a república.

No seu apogeu pode ter abrigado mais de 125 mil habitantes de várias etnias e com um vasto comércio para toda a região.

Porém, o abandono ainda é um mistério.

Hoje, é um sítio arqueológico é Patrimônio da Humanidade tombado pela Unesco e, pelos cálculos e estudos, apenas 20% da cidade são as ruínas, os outros 80% ou se perderam ou ainda estão enterrados.


Seguros Promo

O ingresso para entrar no parque arqueológico é MXN 65.

Gratuito para crianças menores de 13 anos, adultos maiores de 60 anos, professores e estudantes mexicanos, além de pessoas com deficiência;

Gratuito aos domingos para mexicanos e estrangeiros residentes no país; 

Visitas guiadas são gratuitas — mediante reserva pelo e-mail:  teotihuacanvisitasguiadas@inah.gob.mx

IR POR CONTA

Existe a maneira de chegar a Teotihuacán por passeio, que é a maneira mais fácil, mas, também, a maneira mais cara.

Porém, a cidade arqueológica fica a apenas 42 km da Cidade do México e possui maneiras mais alternativas e mais baratas de chegar até o sítio arqueológico.

Tem como ir de ônibus até Teotihuacán. E o transporte público da cidade é maravilhoso, contendo metrô e ônibus cobrindo a cidade inteira.

O ônibus é do tipo turístico da empresa Autobuses Teotihucán e partem de hora em hora a partir da 7 horas da manhã do terminal rodoviário Autobuses del Norte. O custo é de MXN 88.

Como o ponto final não é na pirâmide, informe ao motorista, para ter certeza que irá descer no ponto certo, que não é em frente, também, a entrada do sítio arqueológico, e sim, 10 minutos de caminhada do Portão 1.

Se quiser fazer com táxi ou carros de apps, também há essa possibilidade, mas prepare-se para pagar um valor bem acima.

O PASSEIO

Eu optei pelo passeio para as ruínas e não me arrependo, mesmo que tenha sido bem mais caro do que se eu fosse por conta própria.

Eu optei pelo passeio, porque estava viajando sozinha e tinha o objetivo de conhecer pessoas. E, também, apesar de não ter sofrido nenhum tipo de assédio, nunca é bom ir sozinha, e isso vale para o sexo masculino também. Se já estiver com vínculos formados e alguém topar com você, vá. Se não, o que era meu caso, prefira o modo mais seguro.

Além da segurança, o passeio me dava oportunidade de conhecer mais pessoas e me levaria para a Basílica Nossa Senhora de Guadalupe. Como historiadora, queria muito conhecer a Basílica que é uma da maiores da América e mais importantes.

Além das ruínas e da Basílica, o passeio conta com com mais uma parada na área arqueológica de Tlatelolco, degustação de Tequila e Mezcal e uma parada para almoço, porém, o almoço não está incluída no passeio.

A agência que realizou o passeio me pegou as 08:30 da manhã no Hostel e o passeio terminou por volta as 18:00. O valor que eu paguei em 2019 foi de MXN 880.


Viaje Conectado

PRIMEIRA PARADA – Tlatelolco

DCIM100GOPROG2570881.

A primeira parada é no maior sítio arqueológico dentro da Cidade do México: Tlatelolco (pronunciar é quase impossível).

Porém, o local não é conhecido pelo seu sítio arqueológico e sim pelo massacre aos estudantes que aconteceu nesse local em 1968.

As forças armadas do México abriram fogo contra civis desarmados em 2 de outubro de 1968, matando centenas de estudantes. O massacre ocorreu na Praça das Três Culturas, na seção de Tlatelolco.

É considerado parte da Guerra Suja Mexicana, quando o governo usou suas forças para suprimir a oposição política. Ocorreu 10 dias antes da abertura das Olimpíadas de 1968

Fonte: Wikipédia

E toda a história do local é super explicada pelo/a guia. No meu caso, tive a sorte de ser uma historiadora.

DCIM100GOPROG2570879.

A parada é na praça das três culturas, uma praça que homenageia a cultura mexica (época pré hispânica) , a cultura colonial (colonização espanhola) e o México contemporâneo e nacional. E ainda conta com a Igreja de Santo Thiago Apóstolo, construída com partes da pirâmide que ali se encontra em ruínas.

O mais interessante é que esse lugar era outra cidade do império mexica, não fazendo parte de Tenochtitlan (capital do mundo mexica), sendo apenas uma cidade vizinha em que eram cobrados tributos e como um grande mercado, maior do que os mais famosos da Europa, na época.

O tempo para ficar no local é de, aproximadamente, 30 minutos.

SEGUNDA PARADA – Degustação de bebidas

2020-03-25

Nessa parada você vai participar de uma degustação de Tequilas e Mezcal, contando um pouco a história da bebida desde o pé e o porque era feita.

É uma parada rápida e conta com uma loja (bastante cara, por sinal) de artesanatos e, claro, a venda das bebidas experimentadas.

Apesar de, em média, você experimentar umas 6 doses, não é o suficiente para você ficar bêbado. Algumas doses são realmente gostosas e você pode pedir mais um pouco.

TERCEIRA PARADA – Teotihuacán

A terceira parada é, enfim, ao Sítio arqueológico de Teotihucán.

IMG_3959

Não dá para conter a emoção, o lugar é gigante e incrível. Dá para passar um dia inteiro explorando o local, cada pedacinho. E, claro, com o passeio isso não acontece, então é o maior ônus da escolha.

A dica é: tenha um guia. O fato de eu ter uma guia foi crucial para o aproveitamento do meu passeio ao sítio. Porque sem a ajuda de um profissional que entende, você não entende o que está vendo, a não ser um bando de ruínas.

A guia te leva para um passeio guiado primeiro, explicando a história do local, a importância e cada setor.

O sítio arqueológico atravessa gerações e, por isso, algumas maneiras de restauro já estão ultrapassadas e atingiram a estrutura. Era comum, no passado, o restauro integral do monumento, deixando como “deveria” ser antes de se tornar ruína. Hoje, o ideal é não mexer no que foi encontrado.

2020-03-25 (1)
Uma sala completamente restaurada (perdeu-se a originalidade)

O sítio conta com duas pirâmides, a Pirâmide do Sol (a maior) e a Pirâmide da Lua (a menor) e a calçada dos mortos, com vários templos em toda a sua extensão. Parece pouca coisa, mas não é, é tudo monumental.

IMG_3642

Além dessa área, o sítio conta com uma área de cidadela, onde há algumas casas que possivelmente eram dos mais abastados (por serem de pedras, os pobres tinham casas de madeiras ou barro) e o Templo da Serpente.

O mais impressionantes são as pinturas e as esculturas nas paredes. Algo de mais de 1500 anos ainda está colorido e intacto. É impressionante!

2020-03-25 (2)

O tour guiado demora uma hora, pelo menos. Após isso, você tem 2 horas de tempo livre para conhecer e explorar “like Indiana Jones” o local.

IMG_3691

Se tiver fôlego, suba as duas pirâmides (não é nem um pouco fácil). Eu, não tinha fôlego para as duas e deixei a Pirâmide do Sol para uma próxima, apenas subi a da Lua.

Os degraus são íngremes, mas conta com a ajuda de uma corrente para apoio.

IMG_3972

A Pirâmide do Sol tem 65 metros de altura e a da Lua conta com 45 metros. O parque fica lotado nos dias de equinócio e de solstício, considerados por muitos um momento mágico na região. Outros até associam a contatos extraterrestres.

Há outros passeios dentro do sítio, como o passeio de balão de ar quente, ao amanhecer e a visitação noturna.

IMG_3687

Após o horário marcado, seguimos o passeio.

QUARTA PARADA – Almoço

O almoço não é obrigatório, porque não está incluso no passeio.

A parada é de 2 horas em um restaurante buffet, um pouco caro, porém que você pode pegar comida a vontade e conta com show de Mariachis.

Eu não levei lanche e resolvi comer no restaurante, era uma ótima oportunidade de experimentar de vez todos os principais pratos da culinária mexicana.

QUINTA PARADA – Basílica Nossa Senhora de Guadalupe

IMG_3996 2_Moment

A última parada é na Basílica de Nossa Senhora de Guadalupe. Um complexo religioso construído ao pé do monte onde o um índio recebido um milagre e uma imagem de Maria teria aparecido em suas vestes.

IMG_3982_Moment

O complexo conta com a antiga Basílica, que hoje está quase desmoronando, após um grande terremoto na cidade e a nova construção, com o manto sagrado exposto. Além disso, o monte das flores, com um mirante no seu topo e todo adornado com um jardim, uma antiga paróquia para os índios, a Capela do Poço e um cemitério.

IMG_3984_Moment

É um símbolo religioso e de luta para os mexicanos. Além de representar a vitória da Igreja na colonização de toda a América, apesar da história ser extremamente sincrética.

Temos 1 hora para aproveitar o complexo e é o suficiente, se não esquecer de conhecer tudo e se encantar com apenas a beleza de uma das atrações.

Lembre-se que é um templo religioso e, independente se é sua religião, requer respeito. o silêncio e o bom comportamento são imprescindíveis. 

IMG_3990_Moment

Após o tempo, nos encontramos com a guia e somos deixados nas nossas hospedagens, encerrando assim, o passeio.

E ai? Tem mais algumas dicas sobre Teotihuacán? Alguma dúvida? Deixa um comentário ou entre em contato comigo.

Booking.com

IMG_2523

HOSPEDAGEM

Os melhores hotéis e hostels em um só lugar com cancelamento gratuito e um clube de vantagens. Veja sua próxima hospedagem no Booking.com!

AIRBNB

Reserve noAirbnbe tenha desconto de R$ 100,00 na sua primeira reserva e R$49,00 na sua segunda.

SEGURO VIAGEM

O Seguro Viagem é obrigatório em muitos países e recomendado fazer em tantos outros, pesquise o melhor seguro com a SegurosPromoe garanta melhor custo benefício. Desconto de 5% para leitores escrevendo o código: SOSEIVIAJAR5!

PASSAGENS AÉREAS

Pesquise as melhores ofertas de passagens aéreas com aPassagensPromoe tenha a possibilidade de pagar em boleto ou cartão de débito também.

HOSTELS

O melhor site para buscas hostels baratos pelo mundo é o Hostel World!

CHIP DE INTERNET

Não fique sem internet! Conheça o chip de internet da Viagem Conectado e fique conectado em todos os lugares!

INGRESSOS

Fuja das filas nas maiores atrações no mundo adquirindo com antecedência no Get Your Guide.

ALUGUEL DE CARRO

Alugue um carro comparando as melhores locadoras e pague em 12x sem juros com a RentCars! Além de garantir o preço que foi encontrado com a opção de pagar online.

Quer mais descontos em mais promoções, CLIQUE AQUI.

CliqueAQUI e tenha tudo para organizar sua viagem!

Para meu Pinterest (2)

Autor: Paola Groberio

E ai? Sou a Paola Groberio. Sou cariosa, tenho 26 anos, estudei História e hoje faço Turismo. Viajar é a minha profissão e vou encontrar todas as dicas, tirar um milhão de fotos, gravar meu dia-a-dia para mostrar aqui e nas outras mídias do Só sei Viajar. Bora comigo?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s