Alter do Chão ou Santarém: Onde ficar no caribe amazônico

Você já ouviu falar em Alter do Chão? É um lugar ainda pouco conhecido e que merece muito sua atenção e visitação!

g1420290.jpg

Alter do Chão fica no estado do Pará, no encontro dos rios Amazonas com o Tapajós. Ou seja, próximo a fronteira noroeste do Pará com o estado do Amazonas.

Eu falo sobre como chegar, quando ir e muito mais AQUI.

O encanto do lugar, e o motivo pelo qual é chamado de Caribe Amazônico, é a cor das águas do Rio Tapajós. É um azul claro, de temperatura agradável e transparente, as praias de areias brancas e finas com quilômetros de extensão.

Apesar de ser pouco conhecido (incluindo aqui na internet), é um local super turístico e com toda a infraestrutura para crescer mais ainda. E isso quer dizer uma coisa: NÃO É BARATO, pelo menos para os preços daquela região, que costuma ser bem acessíveis.

Nesse post eu vou tirar a dúvida sobre qual é o melhor custo/benefício de hospedagem para curtir Alter do Chão.

PARA LER EM SEGUIDA

Tudo para sua viagem

Manaus: passeio de 4 dias pela Amazônia – Custo, agência e outros passeios

ONDE FICA ALTER DO CHÃO

Alter do Chão fica no oeste no Pará, a 720 km de Belém e 560 km de Manaus. É uma das portas de entrada para a Floresta Amazônica, porque possui aeroporto com voos regulares.

Na realidade, Alter do Chão é um bairro/distrito de Santarém e fica a apenas 40 km da cidade. E isso torna acessível ficar no centro urbano da região e ir para Alter do Chão nos dias que quiser aproveitar.

Mesmo que distante, de carro, Alter do Chão fica a, aproximadamente, 45 minutos de Santarém. Com um aluguel de carro, você tem acesso a maioria das praias da região e só gastará a gasolina.

Além disso, por ser um bairro, existe uma linha de ônibus com o custo de R$ 3,60 que te leva de Santarém à Alter do Chão e tem parada em muitos locais da cidade.

2019-10-25.png
Imagem do Google Maps

Mas é claro, tem seus prós e contras ficar a, aproximadamente, 1 hora de Alter do Chão. E por isso, fiz uma pesquisa dos pontos positivos e negativos dos dois lugares e vou comparar, para não ter estresse. Afinal, ficar em Alter do Chão ou em Santarém?

FICAR EM ALTER DO CHÃO

Pontos Positivos:

  • Praça Sete de Setembro:

É o ponto principal da cidade. Onde estão os barqueiros, o único caixa eletrônico da vila, os melhores restaurantes, as barraquinhas de artesanatos.

O que faz e acontece é a noite. O local fica ainda mais movimentado com apresentações de artistas locais.

  • Proximidade com as praias de Alter do Chão:

Na vila de Alter existem apenas 3 praias e ficar do ladinho delas é um grande motivo para se hospedar na vila.

São elas: a ilha do amor, a praia em frente a praça e a praia do C.A.T (Centro de Atendimento ao Turista de Alter do Chão). As outras praias não ficam em Alter e é necessário barco ou tour para conhecê-las.

  • As lojinhas de artesanato indígenas e o centro de carimbó:

Existem muitas lojinhas de artesanatos espalhadas por Alter do Chão, principalmente na rua que fica atrás da igreja, mas nenhuma delas é tão icônica como a loja Araribá.

A loja reúne artigos produzidos por mais de 80 grupos indígenas. Eu fiquei pelo menos 1 hora lá dentro, admirando tudo e querendo comprar. Não comprei nada, porque estava sem dinheiro.

Mas até hoje eu sonho com os cestos de palha, redes, cocás, brincos, colares, bolsas, roupas, objetos decorativos, lanças, flechas e até remos. As peças são artesanais e exclusivas, e o valor faz jus a isso.

Além dos artesanatos, existe o centro de Referência do Carimbó Mestre Chico Malta, onde o próprio proporciona, em dias específicos, apresentações de carimbo ótimos para você dançar junto.

Pontos Negativos:

  • A grande maioria dos passeios estão fora da vila:

Além das 3 praias que citei acima, existem inúmeras outras praias, sem falar nos outros tipos de passeio, como o encontro dos rios Amazonas e Tapajós e as trilhas. Nenhum desses passeios ficam em Alter do Chão.

É certo que os tours para muitas praias saem de Alter e é necessário você chegar na vila para contratar.

Infelizmente, a região ainda não tem estruturação turística e agências de passeios são poucas e bastante caras. Os passeios pelas praias são contratados pelos próprios barqueiros e o valor é pelo barco.

Veja o que fazer na região de Alter do Chão AQUI.

  • É bem caro se hospedar, comer e os passeios em Alter do Chão:

Esse é o ponto que realmente me fez mudar de ideia. Eu já tinha feito tudo para ficar na Vila de Alter do Chão e fui comparar com hospedagem em Santarém. O preço é muito diferente.

A vila é muito cara, quase chega a ser irreal. Comer, também, não é barato. Gasta-se mais de 200 reais por dia em Alter do Chão tranquilamente.

FICAR EM SANTARÉM

Letreiro de Santarém

Pontos Positivos:

  • É mais barato:

Comer e se hospedar em Santarém é muito mais em conta que em Alter. Além de ter mais opções de hospedagens e restaurantes, a cidade conta com fast foods, barateando ainda mais sua viagem.

  • Muitas praias você pode chegar por terra, não precisando sair de Alter:

Existe a possibilidade de conhecer as praias do Pindobal e Ponta de Pedra, por exemplo. Além de ser possível fechar um carro com mais quatro pessoas e ir direto para a Flona (Floresta Nacional do Tapajós).

Se você alugar um carro, mais autonomia ainda você vai ter. Só precisando contratar o passeios dos lagos.

  • A cidade de Santarém tem calçadão, centro histórico, mercados e  muito mais:

A própria cidade de Santarém já tem seus atrativos turísticos. O encontro dos rios Amazonas e Tapajós fica em frente ao Calçadão da Orla. No mercado de peixe, você, além de ver todos os gigantes dos rios, pode ver a alimentação de botos. Já o acervo do Centro Cultural João Fona, que fica no centro histórico e próximo a orla, é composto por tesouros arqueológicos, peças do artesanato indígena, mobiliário antigo, moedas, quadros, fotografias, recortes de jornais e livros. Isso é só uma parte do que fazer na cidade!

Veja a lista do que fazer em Santarém AQUI.

Pontos Negativos:

  • É cidade grande, perde o ar de vila:

O maior problema de ficar em Santarém é que a cidade é grande. As vezes você não sente como em um paraíso, como você sente ficando em Alter do Chão.

Além disso, cidade grande vem com trânsito, insegurança e poluição.

Esses foram os pontos positivos e negativos da Vila de Alter do Chão e da cidade de Santarém. Mas a decisão é sua!

Sua viagem será mais aproveitada em quais desses lugares? Prefere comodidade ou economia?

Como já deixei claro, eu fiquei em Santarém, não estava com dinheiro e não podia gastar. E acho que ficaria de novo lá, porque ir de ônibus para Alter foi tranquilo.

Com certeza Alter do Chão é um lugar para voltar. Muitos lugares, por dinheiro, não pude ir e quero. Tudo é um paraíso!

Não é o Caribe Amazônico, porque é mais que o caribe!

E ai, já conhece o esse paraíso? Tem alguma dúvida? Deixe seu comentário.


Booking.com

IMG_2523

HOSPEDAGEM

Os melhores hotéis e hostels em um só lugar com cancelamento gratuito e um clube de vantagens. Veja sua próxima hospedagem no Booking.com!

 

AIRBNB

Reserve no Airbnb e tenha desconto de R$ 100,00 na sua primeira reserva e R$49,00 na sua segunda.

 

SEGURO VIAGEM

O Seguro Viagem é obrigatório em muitos países e recomendado fazer em tantos outros, pesquise o melhor seguro com a SegurosPromo e garanta melhor custo benefício. Desconto de 5% para leitores escrevendo o código: SOSEIVIAJAR5!

 

PASSAGENS AÉREAS

Pesquise as melhores ofertas de passagens aéreas com a PassagensPromo e tenha a possibilidade de pagar em boleto ou cartão de débito também.

 

HOSTELS

O melhor site para buscas hostels baratos pelo mundo é o Hostel World!

 

CHIP DE INTERNET

Não fique sem internet! Conheça o chip de internet da Viagem Conectado e fique conectado em todos os lugares!

 

INGRESSOS

Fuja das filas nas maiores atrações no mundo adquirindo com antecedência no Get Your Guide.

 

ALUGUEL DE CARRO

Alugue um carro comparando as melhores locadoras e pague em 12x sem juros com a RentCars! Além de garantir o preço que foi encontrado com a opção de pagar online.

 

Quer mais descontos em mais promoções, CLIQUE AQUI.

Clique AQUI  e tenha tudo para organizar sua viagem!

739154224eb66afc7d4c326b87d5d749

Autor: Paola Groberio

Carioca, 24 anos e estudante de História na Uff. Tenta conciliar sua rotina com viagens sempre que pode, porque não consegue passar um dia sem pensar em viajar. Quando consegue, pega sua mochila e parte por aí para passar por perrengues e ter as melhores experiências possíveis.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s