Como conseguir uma viagem mais barata

1511760552580.jpg

Quando eu falo que eu amo viajar, acho que não estou definindo algo anormal. Eu não conheço uma pessoa que diga: odeio viajar.

Viajar é um dos maiores prazeres. Descansar em outros ares, com tudo novo, cativa de maneira natural (ou não) os seres humanos.

Também não tem uma pessoa que pergunte: você é rica?

Não, não sou, conto moeda pra pegar ônibus lotado todo dia, se vocês querem saber. 🤣

Então, como conseguir a realização desses sonhos e não gastar muito?

Não é um guia prático com tópicos certeiros vindo de uma especialista. É uma dica, já testada algumas vezes, por alguém que já viajou pro Uruguai com 750 reais e voltou com 150 reais de troco, por exemplo.

1 – Namore um lugar

Sim, namore um lugar. Isso significa que você precisa saber para onde ir, mesmo.

Namorar é conhecer, se importar, dedicar seu tempo e cuidar muito bem. Faça isso com a sua viagem, cuide de cada ponto, conheça o local que você vai viajar, procure, pesquise, veja fotos. Afinal, antes de pegar sua mochila, você precisa saber para onde exatamente você está indo. Não acha?

Quando isso não ocorre, você fica com aquela sensação de decepção, que acontece quando você não é correspondido.

Depois que decidir para onde ir: Google nele, TripAdvisor nele, Instagram na localização dele, Maps nele.

Por quê?

Porque quanto mais conhecimento sobre um local você tem, mais objetivo você fica. Você começa a perceber qual a melhor época pra ir, quais lugares você gostou de pesquisar e gostaria de visitar, quanto tempo cada lugar leva em média.

Se você souber o que quer, vai saber melhor quanto custa.

Ou seja, ao invés de continuar respondendo “deve dar uns x reais”, vai começar a responder “da x e ponto”.

Gloria Maria no Notebook
Imagem da Internet: https://glamurama.uol.com.br/garimpo-64611/

2 – Faça uma planilha

Ou use qualquer instrumento que ponha “no papel” os gastos e o roteiro.

Coloque valor da passagem com taxas, hospedagem, alimentação, ingressos de passeios, gastos extras, ônibus, táxis… o que for necessário. Tudo no dinheiro local e no dinheiro que vai levar. Exemplo: pesos mexicanos e dólar.

Por quê?

Porque, além de saber quanto vai levar, você planeja cada dia da sua viagem. Se você deixa para saber o que fazer já na viagem, corre o risco de cair em furadas, desperdiçar tempo, não encontrar o que quer, gastar demais com restaurantes caros, com experiências caras e/ou desnecessárias.

Exemplo: city tour em Arequipa, no Peru; o roteiro era andar pela cidade e visitar da Plaza de Armas ao Monastério de Santa Catalina, porém, resolvemos comprar um city tour por 30 nuevos soles (moeda peruana) que em 5 paradas, em aproximadamente 3 horas. Só valeu a pena uma e outras duas foram medianas, de resto, nem descemos do ônibus. E o pior é que não aproveitamos os lugares que antes planejamos, como o Monastério.

3 – Pesquise preço de tudo

Meu apps de viagens
Apps que uso para planejar minhas viagens

Essa parece muito óbvia, mas não é tanto assim. É a parte mais cansativa, pelo menos para mim.

É cansativo porque essa parte da pesquisa requer datas. Não dá pra ter uma ideia do preço, principalmente de passagem aérea, porque eles mudam de acordo com à época. Então você, precisa decidir quando quer ir.

Depois precisa da ajuda de sites que encontram os menores preços (não sairá um comercial do Trivago aqui, mas ele realmente ajuda). Eu recomendo, se tiver o Chrome como navegador de internet, que pesquise em uma janela anônima, porque assim, os sites não rastrearão suas pesquisas e subirão os preços de propósito.

Outra dica é procurar na madrugada no meio da semana, e sempre pesquisar para viajar no meio da semana também, as passagens são mais baratas e as diárias das hospedagens também.

Exemplo: Um ótimo site de procura de passagem aérea, dá mais baixa para a mais alta, é o KAYAK. Outra forma de ter desconto na passagem aérea é contratar um programa de milhagens. Eu tenho o Smiles, da Gol, e acho que vale muito a pena.

Por quê?

Acho que essa é a grande diferença na sua viagem. Você aproveitou o máximo das suas pesquisas. Uma passagem aérea barata pode mudar o dia que irá viajar. Uma hospedagem barata pode mudar a quantidade de dias. Um restaurante barato pode acrescentar-te aquele passeios que tanto queria.

4 – Seja paciente, junte dinheiro e seja determinado 

Sim, essa você encontra em todo post de dica de “como viajar mais”. Porém, não tem como, tem que juntar dinheiro. A questão é que você precisará juntar menos, e sua viagem vai demorar menos para sair do papel.

Trace um plano, todo mês junte um pouco. Se tem um ditado verdadeiro, é esse: de grão em grão a galinha enche o papo.

Tem que ter paciência. Sua tão sonhada viagem está logo ali, mas você terá que fazer suas contas de quando terá o dinheiro suficiente para isso. Não dá para abraçar o mundo, e eu sei que dá vontade, pois por mim, eu só viajava.

Gloria Maria agradecendo
Imagem da Internet: http://www.alagoas24horas.com.br/1100057/gloria-maria-diz-que-leva-pilulas-em-viagens-e-preocupa-diretores/

A determinação também é muito importante. Palavra tem poder, e se você for pessimista, infelizmente, não consegue cumprir suas metas. Se não focar no plano, se dispersa e acaba gastando com o que não deveria, ou não era a hora.

5 – Se não for algo muito complicado, faça você mesmo

Isso quer dizer, que, a menos que você precise mesmo, a distancia seja enorme ou muito complicado, por vezes perigoso, não contrate agências de turismo para pacotes de viagem ou passeios.

Se você, sozinho, pesquisar a passagem, a hospedagem, o transporte e a alimentação e souber quanto ficam os passeios, não precisará contratar uma agência de viagens para te propor um pacote super “barato” com n vantagens, que ao meu ver, não tem nenhuma.

Quanto mais cômodo você fica em uma viagem, menos aproveita o lugar e a cultura local. Uma boa caminhada e a utilização de um transporte público valem mais que o lanche oferecido pela agência no passeio.

Salvo para locais remotos, perigosos ou impossíveis de chegar sem a contratação  de agências (isso acontece muito, infelizmente).

No avião da Amaszonas Airline
Quem vê essa serenidade, não sabe que esse avião era um teco-teco.

Com essas dicas, sua viagem terá um custo bem inferior, e, mais que economizar, saberá exatamente o que fazer e quanto gastar.  E estar bem informado te traz confiança, isto é, você acaba sabendo dos perigos e dos desastres que na viagem podem, ocasionalmente, acontecer, e sairá mais rápido dos perrengues.

O tempo gasto planejando antes, sabendo tim-tim por tim-tim do local para onde vai viajar, se transforma em ganho de tempo na viagem e de aproveitamento desse tempo sobrando. O dinheiro economizado, pode ser guardado para a próxima viagem.

E CUIDADO! PERIGO! DANGER! PELIGRO!

Paola Groberio alerta: namorar viagens e fazer planilha podem causar dependência, quando você vê, você já tem viagem planejada para 2025.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s